Blogue do WhatsApp

Hoje, estamos atualizando os termos de serviço e a política de privacidade do WhatsApp, os quais permaneceram inalterados nos últimos quatro anos. A ação faz parte de nosso plano para testar maneiras em que as pessoas possam se comunicar com empresas dentro dos próximos meses. Os documentos refletem também assuntos como nossa junção ao Facebook, implementação de novos recursos, tais como a Chamada de Voz do WhatsApp, criptografia de ponta-a-ponta e novas maneiras de se comunicar, como por exemplo através do WhatsApp para computador e para web. Aqui, você encontra os documentos para leitura completa. Nós estamos notificando todas as pessoas sobre essas atualizações nas versões mais recentes suportadas do nosso aplicativo, e você será solicitado a tocar em 'Aceitar' para aceitar os termos atualizados.

Pessoas utilizam nosso app todos os dias para manter contato com seus familiares e amigos, e isso não vai mudar. Porém, como comunicamos no começo do ano, nós iremos explorar maneiras para facilitar a sua comunicação com as empresas de sua preferência, sem a exibição de anúncios ou spam. Muitos de nós recebemos mensagens de texto ou ligações de nosso banco para nos avisar sobre uma possível fraude em nossa conta, ou até mesmo de companhias aéreas para nos alertar sobre o atraso de um voo. Nós gostaríamos de testar estes recursos ao longo dos próximos meses, porém, é necessário atualizar nossos termos de serviço e política de privacidade antes de começarmos.

Atualizamos esses documentos também com a finalidade de deixar clara a implementação da criptografia de ponta-a-ponta. Quando você e as pessoas com quem você se comunica estiverem utilizando uma versão recente do aplicativo, suas mensagens serão criptografadas de ponta-a-ponta por padrão, o que significa que somente você e a pessoa para quem as enviar conseguirão lê-las. Mesmo que estejamos trabalhando em colaboração com o Facebook, suas mensagens criptografadas permanecerão privadas e ninguém mais poderá lê-las. Nós, o Facebook ou qualquer outra pessoa estarão impossibilitados de ler as suas mensagens. Nós não iremos publicar ou compartilhar seu número de telefone com terceiros, incluindo no Facebook. Nós também não iremos vender, compartilhar ou disponibilizar o seu número de telefone para anunciantes.

Essa colaboração com o Facebook nos permite, por exemplo, obter métricas básicas em relação à frequência com que as pessoas usam nosso aplicativo e também conseguiremos ser mais eficazes no combate ao spam no WhatsApp. Outro fato importante é que ao conectar o seu número de telefone aos sistemas do Facebook, você terá sugestões de amizade melhores e anúncios mais relevantes caso você tenha uma conta com eles. Por exemplo, você poderá ver um anúncio de uma empresa da qual você já tenha utilizado os serviços ao invés de uma que você nunca tenha ouvido falar. Você pode ler mais sobre o assunto, incluindo sobre como controlar o uso de seus dados aqui.

Acreditamos fortemente no valor de comunicações privadas e estamos comprometidos em disponibilizar a você uma experiência rápida, simples e confiável no WhatsApp. Como sempre, estamos ansiosos para ouvir sua opinião e agradecemos por utilizar o WhatsApp.

Por mais de um ano, pessoas ao redor do mundo têm utilizado a Chamada do WhatsApp para falar com seus familiares e amigos. É uma excelente maneira de manter contato, especialmente por conectar pessoas que estão em países diferentes ou quando mensagens de texto não são suficientes.

Hoje, mais de 100 milhões de ligações são feitas todos os dias no WhatsApp - isso significa que 1.100 ligações são feitas a cada segundo!

Estamos verdadeiramente lisonjeados por saber que este recurso tem sido útil para tantas pessoas e por isso nos comprometemos a melhorá-lo ainda mais dentro dos próximos meses.

Lançamos hoje, um aplicativo do WhatsApp para ser usado em seu computador. A partir de agora, você tem uma nova opção para manter-se conectado a qualquer hora e em qualquer lugar - seja com o seu telefone, seu computador de mesa ou laptop. Assim como o WhatsApp Web, o aplicativo para o computador é simplesmente uma extensão do seu telefone: o aplicativo espelha as mensagens e conversas do seu celular.

O novo aplicativo para computador está disponível para os sistemas operacionais Windows 8 ou superior e Mac OS 10.9 ou superior e está sincronizado com o WhatsApp no seu telefone. Como o aplicativo roda diretamente em seu computador, o WhatsApp será compatível com as notificações da área de trabalho, terá atalhos melhores de teclado e muito mais.

Para baixar o app, visite o website: https://www.whatsapp.com/download, instale em seu computador e escaneie o código QR utilizando o seu telefone - procure por WhatsApp Web nas configurações do WhatsApp em seu telefone.

Assim como o WhatsApp Web, o novo aplicativo para o computador lhe permite manter-se em contato com seus amigos e familiares enquanto seu celular fica no seu bolso.

O WhatsApp sempre priorizou a segurança máxima de seus dados e comunicações. E hoje, anunciamos com muito orgulho a finalização de um desenvolvimento tecnológico que torna o WhatsApp líder em proteção de suas comunicações pessoais: criptografia de ponta-a-ponta completa. A partir de agora, todas as ligações que você fizer e todas as mensagens, fotos, vídeos, arquivos e mensagens de voz que você enviar, estarão protegidas com criptografia de ponta-a-ponta quando você e seus contatos estiverem utilizando a últimas versões do aplicativo, incluindo conversas em grupo.

A ideia é simples: quando você envia uma mensagem, a única pessoa que poderá ler será o contato ou o grupo para o qual você enviou a mensagem. Ninguém poderá ver nada dentro daquela mensagem. Os cibercriminosos, hackers ou regimes opressores não podem também. Nem mesmo nós. A criptografia de ponta-a-ponta ajuda a tornar as comunicações através do WhatsApp privadas - mais ou menos como uma conversa face a face.

Caso esteja interessado em saber como a criptografia de ponta-a-ponta funciona, você pode ler sobre aqui. Porém, tudo o que você precisa saber é que as mensagens criptografadas de ponta-a-ponta, podem somente ser lidas pelos destinatários que você enviou. E se você estiver utilizando uma versão recente do WhatsApp, você não precisa fazer nada para criptografar suas mensagens: a criptografia de ponta-a-ponta está ativada por padrão o tempo todo.

Vivemos em um mundo onde nossos dados estão cada vez mais digitalizados. Todos os dias nos deparamos com histórias sobre acessos indevidos ou roubo de arquivos de conteúdo sensível. Se nada é feito a respeito, muitas outras informações digitais de pessoas e também comunicações, estarão vulneráveis a prováveis ataques nos próximos anos. Felizmente, a criptografia de ponta-a-ponta nos protege desta vulnerabilidade.

A criptografia é uma das ferramentas mais importantes que os governos, empresas e pessoas em geral possuem para promover segurança e estabilidade nesta nova era digital. Muitas discussões têm surgido a respeito de serviços criptografados e o trabalho da justiça. Ao passo que entendemos a importância dos trabalhos da justiça para manter a segurança da população, qualquer esforço feito com o objetivo de enfraquecer a função da criptografia coloca as informações das pessoas à exposição e possível abuso de cibercrimonosos, hackers ou Estados-pária.

O WhatsApp está entre algumas plataformas de comunicação que implementaram criptografia de ponta-a-ponta completa por padrão em tudo o que você fizer, esperamos que esta seja uma representação definitiva do futuro das comunicações pessoais.

A proteção das comunicações pessoais das pessoas é algo que acreditamos ser fundamental e temos como regra aqui no WhatsApp e para mim, chega a ser pessoal. Eu cresci na União Soviética durante o regime comunista, onde as pessoas não tinham liberdade de expressão e foi por isso que minha família se mudou para os Estados Unidos.

Hoje, mais de um bilhão de pessoas utilizam o WhatsApp para manter contato com seus amigos e familiares por todo o mundo. E agora, cada uma dessas pessoas pode falar livremente com segurança no WhatsApp.

Jan e Brian

No começo desta semana, o WhatsApp completou sete anos. Até agora têm sido uma aventura surpreendente, e dentro dos próximos meses iremos dar uma ênfase ainda maior nos recursos de segurança e nas várias maneiras de lhe manter conectado com as pessoas com quem você mais se importa.

Datas comemorativas, como as de aniversário, nos dão a oportunidade de refletirmos sobre o passado. Quando demos início ao WhatsApp em 2009, a maneira com que as pessoas utilizavam smartphones era bem diferente do que é hoje. A App Store da Apple por exemplo, existia há apenas alguns meses. Cerca de 70 por cento dos smartphones vendidos na época, possuíam sistemas operacionais desenvolvidos pela BlackBerry e Nokia. Os sistemas operacionais móveis oferecidos pela Google, Apple e Microsoft - o que totaliza hoje em torno de 99.5 porcento das vendas atuais - estavam dentro de menos de 25 porcento dos aparelhos celulares vendidos naquela época.

Olhando para o futuro, mirando os próximos sete anos, queremos concentrar nossos esforços nas plataformas de celular que a maioria das pessoas utilizam. Logo, até o final de 2016, nós não mais ofereceremos suporte para o WhatsApp nas seguintes plataformas de celular:

  • BlackBerry OS e BlackBerry 10
  • Nokia S40
  • Nokia Symbian S60
  • Android 2.1 e Android 2.2
  • Windows Phone 7
  • iPhone 3GS/iOS 6

Por mais que estes aparelhos celulares tenham feito uma importante parte em nossa história, eles não possuem a capacidade requerida para que possamos expandir os recursos de nosso aplicativo no futuro.

Esta foi uma decisão difícil de ser feita, porém foi a decisão certa para que pudéssemos oferecer as pessoas, melhores maneiras de manter contato com família, amigos e entes queridos utilizando o WhatsApp. Caso você utilize um destes aparelhos, nós recomendamos que troque por um aparelho Android, Apple ou Windows Phone mais atual antes do fim de 2016 para que possa continuar usando o WhatsApp.

Atualização: O WhatsApp estendeu o prazo de suporte para os sistemas operacionais BlackBerry, BlackBerry 10, Nokia s40 e Symbian S60 até o dia 30 de junho de 2017.

Hoje, um bilhão de pessoas utilizam o WhatsApp.

Isto significa que, uma em cada sete pessoas no planeta Terra usa o WhatsApp a cada mês para manter contato com seus familiares, entes queridos e amigos.

Estamos super orgulhosos por esta conquista, e sinceramente felizes com as maneiras extraordinárias pelas quais vocês vem utilizando o WhatsApp.

Seja ao compartilhar informações vitais durante um desastre natural, uma situação emergencial de saúde, ou ao marcar um encontro, começar um pequeno negócio, comprar um anel de noivado, ou simplesmente na esperança de encontrar uma vida melhor - nos sentimos extremamente honrados em participar, mesmo que de forma pequena, de tudo o que as pessoas têm feito para melhorar as suas vidas e as vidas daquelas pessoas que as cercam.

Apesar de todo o progresso que tivemos juntos nos últimos sete anos, nossa missão nunca mudou. O whatsApp começou a partir de uma ideia simples: ter a certeza de que qualquer pessoa poderia manter o contato com seus familiares e amigos, em qualquer parte do planeta, sem custos ou truques.

Logo, mesmo que estejamos celebrando esta conquista, nosso foco continua o mesmo. Todos os dias, nosso time continuará trabalhando a fim de melhorar a velocidade, confiabilidade e simplicidade do WhatsApp. Estamos muito empolgados em ver até onde chegamos. Porém, é hora de voltar ao trabalho, pois ainda existem outras 6 bilhões de pessoas para entrar no WhatsApp, e um longo caminho a ser percorrido!

Quase um bilhão de pessoas hoje em dia dependem do WhatsApp para manter contato com seus e amigos e familiares. Do pai de primeira viagem na Indonésia, que compartilha fotos com a sua família à estudante na Espanha, que mantém contato com seus amigos em sua cidade natal e a médica no Brasil, que se comunica com seus pacientes. As pessoas esperam que o WhatsApp seja rápido, simples e confiável.

Por isso, anunciamos com muita alegria que o WhatsApp não cobrará mais taxas de assinatura. Durante muitos anos, nós pedimos que algumas pessoas pagassem uma taxa para poder utilizar o WhatsApp após o primeiro ano gratuito. Com o nosso crescimento, nós descobrimos que essa abordagem não funcionou muito bem. Muitos usuários do WhatsApp não possuem cartão de crédito ou de débito e, por isso, temiam perder o contato com seus amigos e familiares após o término do primeiro ano. Por isso, ao longo das próximas semanas, removeremos as taxas das diferentes versões de nosso aplicativo e, então, o WhatsApp não mais cobrará pelos seus serviços.

Naturalmente, as pessoas irão se perguntar como nós manteremos o WhatsApp funcionando sem as taxas de assinatura e se, após a declaração de hoje, nós introduziremos anúncios de terceiros. A resposta é não.

Este ano, começaremos a testar ferramentas que lhe permitirão utilizar o WhatsApp para estabelecer comunicação com empresas ou organizações com as quais você deseja manter contato. Isso significa que você poderia se comunicar com o seu banco para saber ser uma transação recente foi, na verdade, uma fraude ou com uma companhia aérea para se informar sobre o atraso de um vôo. Nós todos recebemos esses tipos de mensagens em outros lugares hoje em dia – através de mensagens de texto ou ligações - então, queremos testar novas ferramentas para tornar isso mais fácil de fazer através do WhatsApp, enquanto ainda lhe oferecemos uma experiência sem anúncios de terceiros e spam.

Nós esperamos que você aproveite as novidades que estão por vir no WhatsApp e estamos ansiosos para saber sua opinião.

Today, for the first time, millions of you will have the ability to use WhatsApp on your web browser. Our web client is simply an extension of your phone: the web browser mirrors conversations and messages from your mobile device -- this means all of your messages still live on your phone.

To connect your web browser to your WhatsApp client, simply open https://web.whatsapp.com in your Google Chrome browser. You will see a QR code --- scan the code inside of WhatsApp, and you’re ready to go. You have now paired WhatsApp on your phone with the WhatsApp web client. Your phone needs to stay connected to the internet for our web client to work, and please make sure to install the latest version of WhatsApp on your phone. Unfortunately for now, we will not be able to provide web client to our iOS users due to Apple platform limitations.

We really hope you find web client useful in your everyday lives.

Thanks to all of you, half a billion people around the world are now regular, active WhatsApp users. In the last few months, we've grown fastest in countries like Brazil, India, Mexico, and Russia, and our users are also sharing more than 700 million photos and 100 million videos every single day. We could go on, but for now, it’s more important that we get back to work – because here at WhatsApp, we’re just getting started.

Since announcing our upcoming partnership with Facebook, we’ve been truly humbled by how much attention our story has received. As a company, we’re excited to continue focusing on offering as many people as possible the chance to stay connected with friends and loved ones, no matter who they are or where they live.

Unfortunately, there has also been a lot of inaccurate and careless information circulating about what our future partnership would mean for WhatsApp users’ data and privacy.

I’d like to set the record straight.

Above all else, I want to make sure you understand how deeply I value the principle of private communication. For me, this is very personal. I was born in Ukraine, and grew up in the USSR during the 1980s. One of my strongest memories from that time is a phrase I’d frequently hear when my mother was talking on the phone: “This is not a phone conversation; I’ll tell you in person.” The fact that we couldn’t speak freely without the fear that our communications would be monitored by KGB is in part why we moved to the United States when I was a teenager.

Respect for your privacy is coded into our DNA, and we built WhatsApp around the goal of knowing as little about you as possible: You don't have to give us your name and we don't ask for your email address. We don’t know your birthday. We don’t know your home address. We don’t know where you work. We don’t know your likes, what you search for on the internet or collect your GPS location. None of that data has ever been collected and stored by WhatsApp, and we really have no plans to change that.

If partnering with Facebook meant that we had to change our values, we wouldn’t have done it. Instead, we are forming a partnership that would allow us to continue operating independently and autonomously. Our fundamental values and beliefs will not change. Our principles will not change. Everything that has made WhatsApp the leader in personal messaging will still be in place. Speculation to the contrary isn’t just baseless and unfounded, it’s irresponsible. It has the effect of scaring people into thinking we’re suddenly collecting all kinds of new data. That’s just not true, and it’s important to us that you know that.

Make no mistake: our future partnership with Facebook will not compromise the vision that brought us to this point. Our focus remains on delivering the promise of WhatsApp far and wide, so that people around the world have the freedom to speak their mind without fear.